As 6 cidades brasileiras na liderança da energia solar distribuída - NHS Solar skip to Main Content

As 6 cidades brasileiras na liderança da energia solar distribuída

As 6 Cidades Brasileiras Na Liderança Da Energia Solar Distribuída

Quase 8 anos depois da sua criação, a geração solar distribuída no país continua crescendo forte. Sobretudo, seus maiores mercados se destacam em seis cidades brasileiras.

      São elas:

    1. Rio de Janeiro – 1.693 sistemas;

    2. Uberlândia – 1.157 sistemas;

    3. Belo Horizonte – 1.143 sistemas;

    4. Brasília – 1.135 sistemas;

    5. Campinas – 1.052 sistemas;

    6. Fortaleza – 1.028 sistemas.

Conforme informação do banco de dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Responsável pela criação das regras que permitiram a geração distribuída de energia, em 2012.

Sistemas Fotovoltaicos

Desse modo, qualquer consumidor residencial ou comercial pode gerar sua própria energia através de geradores movidos por fontes de energia renováveis.

E, como a fonte mais abundante em todo o Brasil, a energia solar dominou desde o começo o segmento impulsionada também pelas vantagens da tecnologia dos sistemas fotovoltaicos.

Formados pelas placas solares e outros importantes equipamentos, os sistemas se tornaram a melhor opção de escolha para os brasileiros. Afinal, entre tantos benefícios, permite ficar livre da constante inflação energética no país.

Preço da energia brasileira

É exatamente o preço da energia brasileira (a quinta mais cara do mundo) e seus constantes aumentos que levam mais consumidores a apostarem no segmento de geração distribuída.

Conforme uma pesquisa realizada pelo instituto Ilumina, entre 1995 e 2017, o preço da energia elétrica residencial subiu 50% acima da inflação oficial do país, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

Além disso, houveram incentivos fiscais, como a isenção de ICMS. Bem como, as linhas de financiamento para a aquisição dos sistemas que também estão entre os fatores que ajudaram a expansão da energia solar no Brasil.

Com o primeiro gigawatt (GW) de capacidade atingido no começo de agosto e atendendo mais de 134 mil estabelecimentos de diversas cidades brasileiras, a geração solar distribuída segue firme rumo as previsões do setor.

Conforme o mais recente plano decenal de expansão de energia realizado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), serão 1,35 milhão de brasileiros gerando a própria energia até 2027, e tudo indica que ela será solar.

Conforme informações da Clima Tempo.

Conheça a NHS Solar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top