Energia Solar viabiliza tratamento de esgoto em cidade de São Paulo - NHS Solar skip to Main Content

Energia Solar viabiliza tratamento de esgoto em cidade de São Paulo

Energia Solar Viabiliza Tratamento De Esgoto Em Cidade De São Paulo

A cidade de Mogi Mirim, localizada no interior do estado de São Paulo, será em breve o primeiro município do país a instalar um sistema de energia solar fotovoltaica nas operações de tratamento de esgoto doméstico. Segundo a Sabesp, a operação deve começar na primeira quinzena deste mês.

O sistema fotovoltaico contará com 1.073 placas solares, somando uma potência de 402.375 kWp. As placas serão instaladas nos telhados dos prédios da estação de tratamento. Bem como, na cobertura do estacionamento da concessionária Serviços de Saneamento de Mogi Mirim (SESAMM). Afinal, é responsável pelo saneamento da cidade e pela viabilização do projeto.

Segundo o presidente da empresa, Carlos Roberto Ferreira, embora a obra do sistema solar tenha sido iniciada há poucos meses, os estudos e o planejamento da implantação já estavam sendo feitos há anos.

A inspiração para o projeto foi a cidade de Ribeirão Preto (SP), onde uma estação de tratamento de esgoto tem a energia gerada por meio do biogás resultante do próprio processo de tratamento.

A alternativa de energia fotovoltaica para Mogi Mirim foi pensada em razão da disponibilidade de uma grande área de talude no terreno da estação, apta para a instalação dos painéis fotovoltaicos.

Atualmente, a Estação de Tratamento de Esgoto de Mogi Mirim lida com 150 litros por segundo de esgoto. Sendo que, o gasto de energia total é de aproximadamente 1,72 Megawatts por ano.

Economia e Sustentabilidade

Além disso, ele assegura que, independentemente da instalação da energia solar, não haverá alteração na tarifa de água e esgoto repassada para a população mogiana.

Afinal, segundo Ferreira, o contrato de concessão prevê algumas obras obrigatórias, porém, o projeto de energia fotovoltaica é uma melhoria operacional, e não faz parte desse contrato.

Os módulos fotovoltaicos ocuparão uma área de 2.124,54m², produzindo energia suficiente para abastecer 370 unidades habitacionais.

O projeto tem custo total de R$ 1,7 milhões e cumpre as determinações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que estabelece os critérios para micro e minigeração de energia.

Quer gerar Energia Solar ou ser um Integrador NHS?

A NHS Solar é uma divisão especializada em equipamentos e sistemas de Energia Solar Fotovoltaicos. Aliás, uma marca que já nasce com toda a experiência de mais de 30 anos da NHS. Nossa operação foi projetada colocando você no centro das atenções. Por isso, oferecemos atendimento consultivo com agilidade, desenvolvemos kits personalizados, fabricamos e distribuímos equipamentos com a qualidade que você merece. O resultado é a valorização e crescimento dos profissionais do setor. Assim, temos a certeza para o consumidor final de estar adquirindo os melhores produtos. Fale conosco para maiores informações.

 

Conforme informações do Ambiente Energia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top