Financiamentos aumentam interesse em Instalação de Miniusina Fotovoltaica - NHS Solar skip to Main Content

Financiamentos aumentam interesse em Instalação de Miniusina Fotovoltaica

Financiamentos Aumentam Interesse Em Instalação De Miniusina Fotovoltaica

Os recentes incentivos do BNDES liberados para Pessoa Física, bem como, as novas linhas de financiamento para Energia Solar Fotovoltaica, vem aumentando em larga escala, o interesse na instalação de miniusinas fotovoltaicas.

Hoje apresentamos o case do empresário Marcelo Andrade Soares, que atraído pelos recentes benefícios, já desfruta da tecnologia. Sócio do restaurante Tia Zarica, em Belo Horizonte, sabe muito bem como o insumo energia, pesa nos custos todo mês. Primeiramente, foi instalado um complexo com 38 painéis de captação solar. Embora a aplicação de R$ 51 mil tenha parecido alta, o empreendedor não parou por aí.  Depois, investiu mais R$ 89 mil em outros 64 módulos, que entraram em funcionamento na última semana.

A energia solar não somente ajuda a esquentar os pratos do restaurante, como também aquece os ganhos do empresário. Com a expectativa de economizar 75% na conta de luz (sendo possível economizar até 95%), o empresário afirma: “Além de ser uma fonte de energia limpa, a energia solar proporciona uma grande economia”. Contudo, ele ressalta que os ganhos financeiros proporcionados pela miniusina fotovoltaica não se resume a economia na conta de luz. “Mudamos a nossa matriz energética, substituindo o fogão do restaurante por um forno elétrico”. A redução do consumo do gás de cozinha (GLP) foi de 50%, comemora o empreendedor,  que espera retorno do investimento em 3 anos e meio.

Praticidade

Outro fator que tem impulsionado o mercado, é a disponibilidade de obter linhas de financiamento para Energia Solar. Para essa modalidade de uso, é possível ainda realizar financiamentos de longo prazo, com taxas de juros atrativas. Com isso, empreendedores não precisam desembolsar capital de início, podendo quitar em parcelas equivalentes às contas de luz.

As linhas de crédito para energia solar vem sendo criados por diversas instituições, como o Banco do Nordeste. Que criou a linha FNE Sol, liberando empréstimo para sistemas de energia renovável. O prazo para pagamento é de até 12 anos, com carência de seis meses a um ano, viabilizados com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE).

“O financiamento desse tipo de sistema tem contribuído para o desenvolvimento local e regional. Com a construção de uma matriz energética mais limpa e aproveitamento do imenso potencial de geração de Energia Solar no norte de Minas, no norte do Espírito Santo e em todo o Nordeste”, afirma o gerente de ambiente de políticas de desenvolvimento do Banco do Nordeste, José Rubens Dutra Mota.

As informações são do AmbienteEnergia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top