Teatro Municipal de Boa Vista é o primeiro do Brasil com Energia Solar - NHS Solar skip to Main Content

Teatro Municipal de Boa Vista é o primeiro do Brasil com Energia Solar

Teatro Municipal De Boa Vista é O Primeiro Do Brasil Com Energia Solar

O teatro municipal de Boa Vista acaba de anunciar que será o primeiro do Brasil a operar com Energia Solar.

Pensando na preservação do meio ambiente e nas práticas sustentáveis, a Prefeita Teresa Surita (MDB) assinou nessa quarta-feira (30), a ordem de serviço para a construção da usina fotovoltaica (energia solar) no Teatro Municipal de Boa Vista.

Assim, o investimento de R$ 4,9 milhões virá de recursos próprios. Com isso, a conclusão da obra está prevista para o final do mês de março do ano de 2020.

O Teatro de Boa Vista será o primeiro do Brasil a ser abastecido com energia solar, trazendo economia aos cofres públicos. Atualmente, é gasto cerca de R$ 80 mil em energia elétrica para o funcionamento dos serviços. O investimento na usina irá retornar em aproximadamente cinco anos. Além disso, a garantia das placas é de 25 anos, conforme informou a prefeitura.

PROGRAMA ECONÔMICO

“A usina fotovoltaica irá abastecer todos os gastos do teatro e vai ainda sobrar um pouco para que a gente possa distribuir para rede. Em cinco anos, nós vamos estar pagando esse investimento e terá energia totalmente de graça para o teatro. As placas solares serão o estacionamento coberto do teatro. Vai ficar show!”, disse a prefeita.

Hoje a cidade de Boa Vista conta com diversos pontos públicos que usufruem da energia solar, trazendo economia e sustentabilidade. Esses locais são:

Terminal Canuto Chaves, Mercado São Francisco, que envia o excedente para o Hospital da Criança, Palácio 9 de Julho, Secretária de Serviços Públicos e Meio Ambiente (abastece os abrigos comuns de ônibus), 72 abrigos de ônibus climatizados e um mini usina de energia fotovoltaica abastece a Comunidade Indígena Darora.

Conforme informações da prefeitura, a usina estará localizada no estacionamento do teatro. Assim, terá a capacidade de gerar 130MW por mês. Com isso, deixarão de ser lançados na atmosfera 937.125 kg de gás carbônico (CO2) por ano. Para retirar do meio ambiente essa quantidade de CO2, seriam necessárias 75 mil árvores.

PROJETO ECONÔMICO

“Foi aprovado na câmara um projeto, 5 MW que irá zerar a conta de energia da Prefeitura de Boa Vista. Afinal, nós gastamos hoje uma média de R$ 2 bilhões por mês. Logo, isso vai acabar e ainda vai sobrar energia para gente poder distribuir para rede. A ideia é até o final do ano que vem a gente zerar o gasto de energia pública em todos os prédios públicos municipais”, expressou Teresa Surita.

Ao zerar o pagamento da energia elétrica da prefeitura, o próximo prefeito no poder terá uma economia maior, pois não irá se preocupar com esse gasto.

SUSTENTABILIDADE 

No ano de 2017, a Prefeitura de Boa Vista aderiu ao Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia para promover o engajamento de lideranças locais em ações de enfrentamento à mudança do clima. A capital ainda aderiu ao programa Cidades Sustentáveis, adotando uma série de práticas voltadas à melhoria da qualidade de vida da população, desenvolvimento econômico e preservação do meio ambiente.

Conforme informações da Roraima Em Tempo.

Conheça a NHS Solar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top